quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

EMPRESA DIZ TER CRIADO SISTEMA DE ENERGIA SOLAR MAIS EFICAZ


Um novo sistema de geração de energia solar, que seus desenvolvedores afirmam ser o mais eficiente do mundo, está sendo testado no deserto de Kalahari, na África do Sul.
A empresa sueca por trás do projeto, que une tecnologia militar com uma ideia desenvolvida por um engenheiro escocês do século XIX, está perto de construir sua primeira instalação comercial.
O sistema usa espelhos de 100 metros quadrados para focalizar a luz do sol em direção a um único ponto. O calor faz movimentar o motor de Stirling, inventado por Robert Stirling em 1816.
O sistema alterna entre o aquecimento e a refrigeração de um gás para mover um pistão e assim gerar eletricidade. Testes mostraram que cada espelho consegue gerar entre 75 e 85 megawatt/hora de eletricidade por ano.
É a mesma quantidade de energia gerada por uma termoelétrica que criaria 81 toneladas métricas de CO2. A eficiência é maior até do que outras usinas de energia solar: as melhores células fotovoltaicas conseguem ter 23% de eficácia na geração de energia.
Ainda não se sabe, porém, o preço dessa tecnologia. De qualquer forma, a Ripasso afirma ter conseguido financiamento para criar a primeira instalação em larga escala dos espelhos.

                                                                                                                  Fonte: Info Online

Nenhum comentário:

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

EMPRESA DIZ TER CRIADO SISTEMA DE ENERGIA SOLAR MAIS EFICAZ


Um novo sistema de geração de energia solar, que seus desenvolvedores afirmam ser o mais eficiente do mundo, está sendo testado no deserto de Kalahari, na África do Sul.
A empresa sueca por trás do projeto, que une tecnologia militar com uma ideia desenvolvida por um engenheiro escocês do século XIX, está perto de construir sua primeira instalação comercial.
O sistema usa espelhos de 100 metros quadrados para focalizar a luz do sol em direção a um único ponto. O calor faz movimentar o motor de Stirling, inventado por Robert Stirling em 1816.
O sistema alterna entre o aquecimento e a refrigeração de um gás para mover um pistão e assim gerar eletricidade. Testes mostraram que cada espelho consegue gerar entre 75 e 85 megawatt/hora de eletricidade por ano.
É a mesma quantidade de energia gerada por uma termoelétrica que criaria 81 toneladas métricas de CO2. A eficiência é maior até do que outras usinas de energia solar: as melhores células fotovoltaicas conseguem ter 23% de eficácia na geração de energia.
Ainda não se sabe, porém, o preço dessa tecnologia. De qualquer forma, a Ripasso afirma ter conseguido financiamento para criar a primeira instalação em larga escala dos espelhos.

                                                                                                                  Fonte: Info Online

Nenhum comentário: